Por que as empresas quebram?

janeiro 26, 2021 | Shaíze Roth
Por que as empresas quebram?
Ao abrir uma empresa, a expectativa é alta, tanto para o empresário, quanto para as pessoas que vão desfrutar dos serviços ou produtos ofertados. Mas a maioria das empresas abertas no Brasil não resiste a seus 5 primeiros anos.

É claro que o insucesso de uma empresa é estabelecido por um conjunto de fatores: falta de liderança, mercado saturado, pouco planejamento, entre tantos outros. No entanto, o que mais leva empresas a fecharem as portas é a falta de planejamento financeiro.

Nenhuma empresa sobrevive sem dinheiro
A falta de dinheiro em uma empresa pode ser ocasionada por diversos fatores, mas o fato é que para chegar a tal ponto, fica claro que a empresa não tem gestão financeira.

Para manter uma empresa, não é necessário cuidar somente das contas a pagar e receber. Uma empresa precisa ter capital de giro, ter total controle do dinheiro que entra e do dinheiro que sai, precisa projetar as despesas (fixas e variáveis), ter controle do prazo de recebimento de suas vendas e honrar seus fornecedores.

Outro erro muito comum, que envolve a saúde financeira da empresa, é misturar contas pessoais com as contas empresariais. No começo, é difícil retirar um pró-labore, mas é essencial. É preciso determinar o valor que será destinado como salário e o restante de dinheiro que entrar na empresa deve alimentar o financeiro da mesma.

Desta maneira, você consegue entender o fluxo financeiro da empresa e evita problemas com o fisco.

Domínio de mercado e estratégias
Você conhece seu nicho? Sabe quem são seus concorrentes e quais diferenciais sua empresa oferece? Conhece seu público e está em um local adequado para atendê-lo? Se sim, você conhece o seu mercado. Ao abrir uma empresa, você precisa dominar o ramo em que está se inserindo.

E as suas estratégias para prosperar? Estão bem definidas? Se não, inicie agora mesmo um planejamento estratégico e de vendas, para que você tenha total controle dos objetivos que deseja atingir, estabelecendo metas e garantindo a venda do seu produto e o faturamento da empresa.

Gestão de estoque
Gerir o estoque trata-se de ter certeza que você não venderá o que não tem, nem ficará com produtos inúteis estocados e dinheiro parado.
Conhecer o estoque promove compras assertivas, sem ficar perdendo tempo com produtos que não são seu ponto forte, focando naquilo que realmente tem saída. Fazer listas na hora de reabastecer as prateleiras ajuda a comprar o que é realmente é necessário.

Gestão de pessoas
Contratar pessoal capacitado e com o perfil certo para a sua empresa é fundamental. Problemas de relacionamento com colegas, clientes e fornecedores não devem ocorrer. Os funcionários devem estar comprometidos, para isso, precisam ser valorizados. Assim vestirão a camisa da empresa.

Investir em uma empresa humanizada não deve ser um diferencial da sua empresa e sim uma conduta adotada para manter sua equipe forte e unida na execução do trabalho e, assim, prosperarem juntos.

Organização
Já falamos aqui no blog sobre a importância de se ter organização para o bom funcionamento das empresas e o quanto isso reflete na maneira como ela é vista, interna e externamente. Clique aqui e leia o artigo completo.

Temos certeza que, seguindo rigorosamente os passos que citamos acima, sua empresa será mais saudável e poderá trazer grandes conquistas.

Nós, da Sou, auxiliamos empresas e profissionais a alcançarem o sucesso, traçando metas e alcançando objetivos. Se você é um visionário e quer ir muito além das expectativas, acompanhe nossos conteúdos. Para isso, se inscreva na nossa newsletter, logo abaixo.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Ao se inscrever em nossa newsletter você receberá um material exclusivo sobre Coaching!