Gestão Humanizada: o conjunto de fatores que une produtividade e bem-estar

janeiro 18, 2021 | Shaíze Roth
Gestão Humanizada: o conjunto de fatores que une produtividade e bem-estar
Para a empresa se tornar uma empresa humanizada, é preciso desenvolver diversas habilidades, com todos os colaboradores: o engajamento precisa ser conjunto. As empresas, são constituídas por pessoas. Os profissionais que encontram o ambiente ideal para evolução e aprimoramento, dão o seu melhor. Bons resultados são consequência do comprometimento.
Listamos aqui, fatores que permitam que as empresas tenham como característica a gestão humanizada, veja a seguir.
 
  • Liderança
Montar times fortes, coesos e comprometidos não é uma tarefa fácil. Por isso, a forma de relacionamento das lideranças com as equipes, deve garantir que todos se sintam respeitados e valorizados.
Sendo assim, a equipe ideal é a parceria gerada entre o líder e seus subordinados. E o maior legado que um líder pode deixar é o desenvolvimento das pessoas e a continuidade do trabalho com excelência.
 
  • Equipes
Equipes em sintonia trabalham melhor e produzem mais. Isso é o que vários autores, especialistas no assunto nos dizem. Para manter as equipes unidas, é preciso construir segurança, permitir que os membros de uma equipe apoiem uns aos outros, gerando resultados melhores. Aproveitando o que cada um tem de melhor a oferecer.
Além disso, entre si, as equipes precisam compartilhar suas vulnerabilidades, estar disposto a revelar dificuldades e poder contar com o apoio dos colegas, fortalece os laços entre os colaboradores de maneira contagiante. E quando a equipe se reunir e questionar-se sobre o que podem fazer a respeito de alguma demanda, elas terão estabelecido um propósito, onde poderão identificar os pontos fortes de cada um e entregar muita produtividade.
 
  • Feedback
O feedback não deve ser um momento considerado de crítica. Este é um momento de fortalecimento das relações entre colaborador e chefia, onde ocorrerão alinhamentos de comportamento, identificação de dificuldades e expectativas,além da construção de estratégias para melhorar o que é necessário.
O feedback também é o momento de reconhecer os pontos positivos e esforços das pessoas, os comportamentos que devem ser reforçados. Além disso, não precisa ser um líder fechado no momento de fornecer retorno aos colaboradores. Humildade e empatia devem nortear a conversa, para que os resultados após ela, sejam positivos.
 
  • Empatia
Um bom líder precisa sem empático, é necessário se importar pessoalmente com as pessoas a qual convive diariamente e entender que para evolução e resolução dos problemas, muitas vezes, é preciso confrontar essas questões. Se o líder não souber responder bem aos conflitos que uma organização pode trazer, poderá ser rude e agressivo com seus liderados.
A assertividade consiste em saber comunicar as coisas que não estão bem, com respeito e coerência, permitindo que o outro lado também possa expor suas opiniões.
A verdade é que, a gestão de equipes é uma tarefa complexa, mas hoje em dia temos várias referências de empresas e lideranças de sucesso, que norteiam boas maneiras de gerir com qualidade, valorizando cada pessoa.


Nós, da Sou, estamos oferecendo a Semana da Gestão Humanizada, onde abordaremos cada um dos assuntos citados acima, com muita especificidade, o nosso intuito é que você possa desfrutar ao máximo desta oportunidade e ter muito sucesso na sua jornada como gestor.
Semana da Gestão Humanizada

Inscreva-se em nossa Newsletter

Ao se inscrever em nossa newsletter você receberá um material exclusivo sobre Coaching!