O

que é gestão da mudança e como conduzi-la na sua empresa

fevereiro 26, 2020 | Shaíze Roth
O que é gestão da mudança e como conduzi-la na sua empresa
Empresas, instituições e profissionais que não são capazes de se adaptar às modificações do cenário e do ambiente estão fadadas ao insucesso. O mundo dos negócios é altamente dinâmico e exige colocar em prática ações importantes como gestão da mudança, por exemplo.

Mas, o que é isso? Para que serve? E como é possível conduzi-la implementar na sua empresa ou negócio? É o que vamos explicar neste post!

Gestão da mudança: o que é

A ideia de gerenciamento de mudança nasceu na primeira metade do século 20, nos anos 1940, com o modelo de três fases proposto por Kurt Lewin, e reforçado em 1962, com o livro Difusão de Inovações, de Everett Rogers. No entanto, foi a partir de 1990 que o conceito se tornou mais conhecido no mundo dos negócios, popularizando-se nos anos 2000.

A gestão da mudança pode ser definida como um conjunto de práticas e estratégias que tem como objetivo promover transição e adaptação saudáveis, com menor impacto brusco ou traumático para a organização. É uma metodologia que prepara e guia a empresa durante as transformações em curso, envolvendo gestores e colaboradores.

Como implantar: as 5 etapas
Aplicar gestão da mudança em empresas e organizações não é tarefa fácil, mas pode ser realizada seguindo algumas etapas básicas e importantes. Vamos conferir:

1 – Defina qual a mudança e alinhe objetivos
Um dos passos mais importantes da gestão da mudança é o primeiro deles: definir qual a transformação a ser realizada e quais os objetivos dela. Isso irá garantir que as decisões tomadas durante o processo sejam mais assertivas. Também é crucial definir quem será impactado pela mudança.

Por isso, nesta etapa, é importante estabelecer qual será a mudança, por que ela precisa ser feita, o que deve ser alcançado a partir dela e quem será impactado. Isso facilitará as próximas etapas, para melhor execução e acompanhamento de desempenho.

2 – Desenvolva uma estratégia de comunicação
Para que a mudança transcorra da melhor maneira possível, é fundamental criar uma estratégia de comunicação, ou seja, de como essas alterações serão comunicadas para as equipes. Se isso não ocorrer, os colaboradores não saberão quais as transformações, por que elas estão ocorrendo e quais os objetivos.

Nesta etapa, os seguintes passos devem ser executados:
  • Criação de um cronograma de como as alterações serão comunicadas
  • Qual a forma da linguagem a ser adotada para melhor comunicação
  • Por quais canais o público será atingindo para que a mensagem seja bem entregue

A falta de comunicação clara e transparente pode causar resistência e baixo engajamento das equipes envolvidas. Qual o efeito disso? Maior dificuldade de implementação das mudanças.

3 – Promova treinamento
Os colaboradores envolvidos na mudança devem receber treinamento para adquirir conhecimento necessário a fim de executar o que está programado no novo cenário. Essa parte pode incluir módulos como palestras, minicursos, oficinas, tanto online quanto presenciais.

Os treinamentos para gestão da mudança devem considerar quais novos comportamentos e habilidades os colaboradores precisam desenvolver para atingirem os resultados estipulados. Além disso, os formatos para educação dos profissionais podem variar, conforme a necessidade e o tempo disponível.

4 – Ofereça suporte
É de fundamental importância dar suporte às equipes durante as mudanças, para ajudar na adaptação dos colaboradores. Assim, com esse apoio, será mais fácil alcançar os resultados almejados na primeira etapa de todo esse processo.

O suporte às equipes pode incluir aconselhamentos ou serviços de contato direto com gerência, por exemplo. Esse tipo de apoio direto pode ajudar os colaboradores a se sentirem mais à vontade para fazerem questionamentos e tirarem dúvidas sobre o que está acontecendo.

5 – Avalie e mensure o processo
É claro que todo o processo executado precisa também ser mensurado. A periodicidade dessa mensuração vai depender do tempo necessário para executar a mudança, mas é importante prever medições à medida que a transição vai ocorrendo.

No final da transição, é importante medir os resultados atingidos e confrontar com o que foi definido no objetivo da mudança. Nessa etapa derradeira, é preciso questionar se os objetivos foram atingidos, o processo foi bem gerenciado, os acertos e os erros.

Precisa de ajuda?
Mesmo com os passos descritos acima, você não se sente confortável para executar de maneira eficiente a gestão da mudança que precisa? Não se preocupe, pois podemos te ajudar nessa. Entre em contato e conheça mais sobre nosso trabalho de consultoria, oferece soluções personalizadas e de resultado!