A

importância de gerenciar transições na sua organização

março 28, 2018 | Shaíze Roth
A importância de gerenciar transições na sua organização
Para uma mudança ser bem sucedida, seja ela uma fusão entre corporações, a implementação de um novo sistema, um novo quadro de liderança, reestruturação de quadros, precisamos estar atentos a transição.
É importante compreender que, o ponto chave do sucesso das transições são os três "p": Propósito, Planejamento e Pessoas. Se as pessoas não compreenderem o propósito, não sentirem segurança no planejamento, haverá ainda mais resistência, podendo levar ao fracasso. Hoje, em um cenário onde as organizações precisam se reinventar diariamente para se manterem competitivas e inovadoras, é imprescindível que as lideranças estejam preparadas para conduzir processos de transição.
Aqui vão algumas dicas:
COMUNIQUE, O QUANTO ANTES E O MAIS CLARO POSSÍVEL
Você lembra de algum processo, ou em alguma situação da sua vida em que todo mundo sabia que algo estava acontecendo mas não havia nenhuma comunicação oficial? Isso só prejudica o processo. Insegurança, informações incorretas, desconfianças vão prejudicar a transição. O primeiro passo para fazer mudanças com a excelência é comunicar de forma planejada, é transmitir a informação que se tem da forma mais clara e o mais verdadeiro possível.
PREPARE AS PESSOAS QUE SÃO REFERÊNCIA
As pessoas precisam ter uma referência para questionar, e receber informações confiáveis. Por isso, prepare as lideranças, o papel deles é essencial. Seminários como inteligência emocional, comunicação não-violenta e gestão da mudança podem ajudar.
OLHE PARA DENTRO
Organize um comitê que possa analisar quem poderá ter ser prejudicado, quem terá perdas, ou sofrerá com as mudanças e os impactos desse no seu dia-a-dia de trabalho. Precisamos ter especialmente atenção com essas pessoas. A partir disso, é importante criar um plano de suporte, ou de preparo para a nova realidade,
AS PESSOAS PRECISARÃO COMPREENDER O FIM
As pessoas vão precisar compreender o fim da mudança, isso pode levar um tempo. É preciso fazer o "luto" e dar suporte para que as pessoas compreendam que é o momento de se despedir do velho modelo. Venda o "problema", o motivo pelo qual a mudança está acontecendo, e também apresentar os novos benefícios. É preciso dar espaço para ouvir as inseguranças para poder ressignificar.
VAMOS EM FRENTE?
Observe se a organização ainda recompensa as pessoas que de alguma forma ainda estão no modelo antigo. É interessante criar estímulos para que as pessoas participem do processo de transição e vejam os benefícios do novo.
TEMPO DE READEQUAR, APRENDER 
Estimule as pessoas a encontrar em soluções e ajudar a organização no período de transição. Esse também é o momento para se reinventar, pensar em novos projetos, novas formas, dê espaço para criar. Quando as pessoas estão engajadas a transição se torna mais fácil. Esse pode ser um momento de dificuldades, e as dificuldades devem ser vistas como possibilidade de melhoria, como desafios. As organizações que estão dispostas a aprender, inclusive com erros são as que mais crescem.
Shaíze Maldonado Roth - shaize@soucoachingeconsultoria.com Empreendedora, psicóloga e coach com duas grandes paixões, empreendedorismo e desenvolvimento humano. Bacharel em Psicologia pelo Centro Universitário FSG, Master Coach e Mentora pelo Instituto Holos, Personal, Professional e Leader Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching e Pós graduanda no MBA em Desenvolvimento Humano de Gestores pela FGV. Atua com coaching, desenvolvimento de equipes, lideranças e empreendedores.

Originalmente publicado em: https://www.linkedin.com/pulse/import%C3%A2ncia-de-gerenciar-transi%C3%A7%C3%B5es-na-sua-sha%C3%ADze-maldonado-roth/